segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

DMT pode ser um PORTAL para UNIVERSOS PARALELOS?



Dr. Rick Strassman 
Dr. Rick Strassman em seu livro ‘DMT: the Spirit Molecule’, alega que DMT, uma das drogas psicodélicas mais poderosas, pode fornecer um acesso confiável e regular a outros planos de existência. Ele diz que DMT pode na verdade ser um portal para universos paralelos.

De fato, estes universos estão sempre lá e constantemente transmitem informação. Mas não podemos percebê-los porque simplesmente não fomos projetados para isto: nosso ‘programa’ nos mantém sintonizados ao canal padrão mentalmente ‘normal’. Não temos uma ferramenta sensorial disponível para sintonizar esta informação. O Dr. Strassman acredita que DMT nos permite sintonizar em outras dimensões de existência que estão presentes aqui e agora.

E se DMT realmente pode nos levar para mundos paralelos? Físicos teóricos presumem que a existência de mundos paralelos é baseada no fenômeno da interferência, escreve Strassman. Uma das demonstrações deste fenômeno é o que acontece a um facho de luz quando este passa através de um buraco estreito num papelão. Vários anéis e arestas coloridas que aparecem na tela que a luz é projetada não são somente contornos do papelão. Como resultado de experimentos mais complexos, os pesquisadores concluíram sobre a existência de partículas de luz ‘invisíveis’ que colidem com aquelas que podemos ver, refratando a luz de maneiras inesperadas.

Mundos paralelos interagem entre si quando a interferência ocorre. De acordo com a hipótese teórica, há um grande número inimaginável de universos paralelos, ou multiversos, cada qual sendo similar ao nosso e sujeito às mesmas leis da física. Esta é a razão para o fato de que não é necessário que haja algo particularmente estranho ou exótico sobre os diferentes multiversos. Ao mesmo tempo, eles são paralelos devido às partículas que os formam e porque estão localizadas em diferentes posições de cada universo.

Strassman referiu-se ao cientistas britânico David Deutsch, um renomado teórico em sua área e autor do ‘The Fabric of Reality‘ (O Tecido da Realidade). Ele tem se correspondido com Deutsch para discutir a probabilidade do DMT poder alterar as funções cerebrais, para assim permitir acesso ou conhecimento sobre os mundos paralelos. O físico duvidou esta possibilidade, porque seria necessário a utilização de computação quântica. Este fenômeno, de acordo com Deutsch, “poderia distribuir componentes de uma tarefa complexa entre vastos números de universos paralelos, e então compartilhar os resultados. Uma das condições requeridas para a computação quântica é a temperatura próxima do zero absoluto.” É por isso que o físico acha que o contato prolongado entre universos em um sistema biológico é improvável.


Contudo, Strassman aponta que, já que DMT é a substância que carrega as propriedades físicas do cérebro, para que a computação quântica possa ocorre na temperatura corporal, estabelecer contato com universos paralelos poderia ser possível. Em outras palavras, DMT muda a psicologia do cérebro em tal grau que a computação quântica se torna possível, assim nos dando acesso a estes universos paralelos.

Esta possibilidade confirma muitas das histórias relatadas por aqueles que têm usado DMT. Eles relatam que é mais do que uma mera alucinação ou “viagem“, e muitas vezes dizem ter ido para outros mundos e interagido com seres que habitam estes mundos.

Fontes: 

3 comentários:

  1. Isso não é novidade. Nosso cérebro não tem mesmo essa capacidade e nem nossos sentidos estão aptos para perceber universos paralelos. Que bom que um renomado cientista como Dr. Rick Strassman faz parte de uma pesquisa nesse campo.

    ResponderExcluir

Deixe um comentário educado! Siga a política do 'se não pode dizer algo construtivo e legal, não diga nada.'